revelação ANUNNAKI: Descoberta cidade mais antiga do mundo...Adivinha onde?


                         Estou fazendo outro artigo onde eu faço um resumo desse vídeo que é muito importante e ele prova que era o local onde os Anunnakis estabeleceram-se 300 mil anos atrás.


Na África do sul, como sempre escrevo aqui no blog, é o cantinho Anunnaki, aqui na Terra. A cidade fica a oeste de Maputo e foi construída há 160.000 a 200.000 A.c. O vídeo acima é a apresentação de Michael Tellinger o homem que descobriu a cidade Anunnaki, e a história da humanidade começa a ser escrita de forma original.
"Quando Johan  me apresentou as ruínas de pedras antigas da África do sul, eu não tinha ideia da descoberta incrível que faria no ano ou dois que se seguiram. As fotografias, artefatos e evidências que temos pontos acumulados, sem dúvida, de uma civilização perdida e nunca antes visto que antecede todas as outras - não por apenas algumas centenas de anos, ou alguns milhares de anos ... mas muitos milhares de anos. Essas descobertas são tão surpreendentes que não serão facilmente digeridas pela fraternidade histórica e arqueologia mundial, como já experimentei. Isso irá requerer uma mudança completa de paradigmas na forma como vemos a história humana. "- Tellinger

Essa área foi muito movimentada por uma atividade que já sabemos fazer parte dos livros de Zacharia Sitchin  e uma atividade Anunnaki: mineração de ouro. É exatamente isso que você leu, as primeiras minas de ouro do mundo começaram nesse local 300 mil anos atrás.

A mais importante descoberta foi um local chamado Calendário de Adão, bem sugestivo nome e a partir desse achado foi possível datar o sítio arqueológico.
"Johan Heine descobriu Calendário de Adão, em 2003, quase por acidente. Ele estava em rota para encontrar um de seus pilotos que bateu o avião à beira de um precipício. Próximo ao local do acidente, Johan notou um arranjo muito estranho de grandes pedras saindo do chão. Enquanto resgatava o piloto ferido a cerca de 20 metros do penhasco, Johan caminhou até os monólitos e imediatamente percebeu que eles estavam alinhados com os pontos cardeais da Terra - norte, sul, leste e oeste. Havia pelo menos três monólitos alinhados em direção ao nascer do sol, mas no lado oeste dos monólitos alinhados havia um misterioso buraco no chão - algo estava faltando. Depois de semanas e meses de medição e observações, Johan concluiu que era perfeitamente alinhado com a ascensão e por do sol. Ele determinou os solstícios e os equinócios. Mas o misterioso buraco no chão permanece um grande enigma. Um dia, ao contemplar a razão para o buraco, mas um especialista Christo, explicou rapidamente a Johan que havia uma pedra em forma estranha, que tinha sido removido do local há algum tempo. Aparentemente, ela estava em algum lugar perto da entrada da reserva natural.Após uma extensa pesquisa, Johan encontrou a pedra antropomórfico (forma humanoide). Ela estava intacta e orgulhosamente colocado com uma placa presa a ela. Ela havia sido utilizada pela fundação Andorinha azul para comemorar a abertura da reserva de Andorinha Azul em 1994. A ironia é que ele foi retirado do mais importante sítio arqueológico encontrado até o momento e misteriosamente voltou para a reserva - por razões ligeiramente diferentes.

Adan's calendar ou calendário de Adão.
Essa pedra fazia parte de um complexo que é muito parecido com Stonehenge, veja abaixo os alinhamentos muito importantes que denotam o conhecimento do que os arqueólogos ainda ridicularizam a arqueologia proibida. Na verdade esse tipo de alinhamento é conhecido como arqueoastronomia.

As 3 pedras que estão no fundo estão alinhadas com o cinturão de Órion.


Elas foram alinhadas com o cinturão de Órion, isso é possível descobrir pela posição de cada pedra, a única posição possível para os  alinhamentos seria possível saber se usassem um cálculo  retroativo para a posição de onde o cinturão de Órion estava no passado e chegaram a conclusão de que seria em 160.000 A.c.
O primeiro cálculo aproximado foi de pelo menos 25.000 anos atrás. Mas medidas novas e mais precisas mantendo o aumento da idade. cálculo foi apresentado por um archaeoastronomer mestre que deseja permanecer anônimo por medo do ridículo pela fraternidade acadêmica. Sua cálculo baseou-se também o aumento da Orion e sugeriu uma idade de pelo menos 75.000 anos. O cálculo mais recente e mais precisa, feito em Junho de 2009, sugere uma idade de pelo menos 160.000 anos, com base na elevação de Orion, mas também sobre a erosão das pedras de dolerito encontrados no local.
Quem procurava por ouro nesse local? A pergunta vem com uma certeza e os próprios arqueólogos dão a dica de quem foi, pois o ouro sempre foi importante até mesmo na Bíblia está uma das certezas:
 Gênesis 02:11 - O nome do primeiro [rio] é Pisom, que flui ao redor de toda a terra de Havilá, onde há ouro.
Já esta percebendo que nem todos os arqueólogos são burros e ignorantes, e já mataram a charada e descobriram o mistério da Bíblia, que quem construiu esse lugar se chamavam anunnakis e é o local onde Adão foi geneticamente modificado. Adamo significa terra vermelha e Adão vermelho. A África é um dos locais onde a terra é vermelha. E a África é o país que mais tem mineração de ouro e bem perto desse local há uma mineração de ouro moderna vou mostrar a imagem dela.
Witwatersrand

A maior área de escavação do mundo está nesse local em Witwatersrand.Exatamente onde os Anunnakis chegaram 300 mil anos atrás.
Antigas lendas Zulu, falam sobre acredite se quiser e acho melhor você acreditar que existem muitos como eu que sabem a verdade e não escondem de você.
Em relação às mais antigas minas de ouro de Monotapa no sul do Zimbabwe, lendas Zulus afirmam que foram mineradas "artificialmente por escravos de carne e sangue criados pelos primeiro povo." Esses escravos, contam as lendas Zulu   ", entraram em batalha com o homem-macaco [Nota: provavelmente contra os homo-erectus ou o Homo habilis] ", quando" a grande estrela da guerra apareceu no céu "(ver Indaba My Children, pela Zulu curandeiro Vusamazulu Credo Mutwa). [Genesis Revisited] Para quem ainda não conhece esse homem é bom conhecer, assista ao vídeo fantástico sobre os Greys ou reptilianos que habitaram essas terras.






Credo Mutuwa é um exemplo de que a humanidade não sabe nada de alienígenas, vamos começar a ver o que realmente existe sobre alienígenas, não as mesmas historinhas para bebe dormir.  Ouça a história de Credo, vale a pena e vai notar que o povo Zulu conheceram realmente os GREYS E REPTILIANOS. Se você ainda acha que eles estão aqui para brincar é melhor colocar sua barba de molho.