Viracocha, um deus Anunnaki ou a história que nos contam é falsa?

01/12/2017
Quando nós escrevemos sobre os deuses anunnaki, fica sempre uma dúvida se eles habitaram apenas o Iraque e a áfrica do Sul. O que pode explicar ligações entre os artefatos encontrados que demostram uma ligação entre a civilização Maia e os Sumérios?
Arqueólogos estudando as antigas civilizações Inca, Maia e asteca, descobrem ligações ou um possível contato entre essas antigas civilizações milhares de anos atrás? Como esse contato poderia ter existido? 
Seria possível que essas civilizações mantiveram um contato mercantilista e cultural que ainda não conhecemos?
Estudiosos dos sítios arqueológicos no Peru, descobriram que Puma Punku, já existia antes dos Incas e que pode ser mais antigo que a colonização Inca. Artefatos em Tiahuanaco mostram que o deus conhecido como Viracocha, tinha barba, fato inusitado porque os Incas não possuem barba, cabelos longos e bigode.



Detalhe que é uma evidencia incontestável que uma raça caucasiana ou de origem europeia deve ter influenciado essas esculturas. Uma outra evidência que comprova  ligações com a Suméria pode ser comprovada em uma tigela encontrada na Bolívia com caracteres indiscutivelmente sumérios.

Essa pequena tigela foi chamada de "A fonte magna", contendo inscrições sumerianas e que foi traduzida pelo epigráfico americano Clyde Ahmed Winter, decifrando e descobrindo que os caracteres eram proto-suméria o que leva a conclusão da época escrita, isto é, IV milênio a.C.
Então, isso implicaria que a possível ligação entre eles pode ter acontecido 6.000 anos atrás. "Aproxime-se no futuro de uma pessoa dotada de grande proteção em nome da grande Nia. Este oráculo atende pessoas que desejam alcançar a pureza e fortalecer seu caráter. O Divino Nity espalhará pureza, serenidade, caráter. Use este talismã (a Fonte Magna), para que a sabedoria e a serenidade gerem em você.Usando o santuário apropriado, a unguenta pomada, o sábio jura tomar o caminho certo para alcançar a pureza e o caráter.

Oh pai, encontre a única luz para todos os que desejam uma vida nobre! ".
Essa bacia deve ter sido usada em purificações religiosas.
Outro fato que mostra a ligação entre a Suméria e os Maias, vem de duas esculturas que indiscutivelmente são provas de que houve essa ligação 6 mil anos atrás, sabe-se lá como isso aconteceu.




O que seria essa bolsa que está representada nas imagens?
Na imagem dos anunnakis há muitos significados, usando asas de anjos e a famosa pinha que estou fazendo um artigo sobre exatamente esse artefato que parece desconhecido, mas que conhecemos muito bem.
Pode ser algum tipo de conhecimento tecnológico que nós ainda não conhecemos?
As evidências são inegáveis.
Então como os sumérios chegaram a América do Sul e no Peru.
Simples, eles vieram de barco e usando o caminho de Peabiru.

O caminho de Peabiru foi usado por várias expedições e descoberta por um náufrago português  Aleixo Garcia em 1524. O caminho foi revelado pelos índios Guaranis ao náufrago em confiança por ter convivido com os indígenas. Eles deram ao português várias peças de ouro. O que acendeu o lado egoísta do português em achar o Eldorado. Esse achado motivou a vinda dos espanhóis que arrasaram as civilizações Maias, a procura do tão cobiçado ouro.



Esse caminho era conhecido dos índios porque é um caminho que é traçado pelo Sol. Se seguirmos o Sol iremos parar no Peru. Nada mais real do que isso. Então, o caminho de Peabiru pode ter sido uma forma de ligação entre o mundo sumério e os Incas, Maias e Astecas.


Petróglifos encontrados pelo caminho de Peabiru

Esse petróglifo lembra muito o olho de Hórus

Por todo o caminho de Peabiru podemos encontrar sinais rupestres que podem explicar que esse foi um caminho muito usado milhares de anos atrás.

Acredito que esses sinais rupestres remontam visitantes sumérios ao nosso país. Isso também é triste de ver porque nossos arqueólogos não estão preocupados com nossa história.
Tudo isso porque os nossos arqueólogos acham que os antigos sumérios eram um povo primitivo e que não possuíam nenhum tipo de capacidade tecnológica. O que é inverídico pois os Sumérios inventaram a roda e muitas coisas que nós conhecemos hoje.



Essa imagem mostra que os Sumérios navegavam e na cidade  de Ur na tumba real foram encontrados barcos sumérios! Fonte



Se, os Sumérios tinham barcos porque não usá-los?
Esse é o ponto. Agora imagine esses homens da Suméria entrando em contato com os indígenas e os povos antigos dessa localidade. Homens de barba e bigode?


Então, você pode imaginar que esse contato realmente existiu e consequentemente mudaria a história como nós conhecemos. Os Sumérios chegaram antes do Colombo e de Pedro Alvares Cabral, por milênios.
O fato também é real para os Egípcios tanto na América do S ul, como na América do Norte. Esse tipo de arqueologia se chama arqueologia proibida, sabe por que? Por que os arqueólogos não aceitam que suas regras sejam burladas.
Explicando dessa maneira a história parece mais fácil e mais simples de explicar coisas fora de épocas. Isso porque devemos sempre buscar a verdade mesmo que ela seja cruel conosco.
Por que não começamos a parar de nos enganar e começar a buscar a verdade?
Esse vídeo é muito interessante onde David Hatcher Childress, mostra algumas ligações entre China e Peru, também ligações com os Sumérios. Algo que alguns arqueólogos tentam destruir como se essas evidências não sejam reais. Talvez o medo que houve uma ligação entre essas civilizações. O que parece bobo, pois haviam barcos 6 mil anos atrás. Essas civilizações viajavam pelo planeta, como nós viajamos hoje em dia. Gosto de mostrar uma prova indiscutível que existe no museu do Cairo, e isso mostra que os arqueólogos subestimam a realidade dessas antigas civilizações. O bumerangue é conhecida arma usada pelos aborígenes da Austrália. Mas vários bumerangues foram encontrados no Egito e não são algo criado para cultos, mas para a caça. 



Muitos arqueólogos não aceitam essa visão por acharem maluca, mas a prova para terminar com essa discussão boba de egiptólogos inconformados com a verdade vem da própria Austrália. Eu adoro isso porque é um modo de calar a boca do cético!




Essas imagens podem parecer bobas para, mas o que você acha de um vídeo para espantar o maior dos arqueólogos que insistem em encobrir a verdade.
Este site é conhecido como " glifos de Gosford ", na Autrália e dizem alguns egitologistas de serem falsos, pois foram descobertos em 1955 e depois alguém acrescentou alguns hieróglifos. Não seria impossível isso se o bumerangue australiano existisse, o que prova que os Egípcios conheciam os bumerangues australianos. 
Os glifos de Gosford foram devidamente traduzidos e muitas pessoa ainda acreditam que possa ser algum tipo de fraude. Traduzido o texto em forma resumida conta história de um filho de Khufu, que foi o conhecido Queóps.

Temos dois príncipes, Nefer-Djeseb e Nefer-Ti-Ru, filhos do grande rei Khufu, liderando uma quantidade de marinheiros egípcios para a distante Austrália. Seu navio encalhou, e evidentemente o Príncipe Nefer-Ti-Ru sucumbiu por uma mordida de cobra. Ele foi enterrado lá, nos afloramentos rochosos perto do moderno Gosford, 4.500 anos atrás.
Se é verdade ou não saberemos isso quando encontrarem o sarcófago do príncipe, até podemos dizer que seja falso, mas como sempre prefiro que achem o sarcófago e tudo será esclarecido. O que temos que ter em mente é que os Egípcios possuíam barcos e tinham muita capacidade e pior: mais comprometedor são o barco de Khufu que foi encontrado ao lado da pirâmide de Queops.  Veja as fotos e o braco de Khufu.


Veja por que um faraó colocaria um barco ao lado de sua piramide? 
Só por ser o barco que leva a alma do faraó? Me poupe! É notório que nem 40% de toda a história egípcia pode ser contada, nem mesmo sabem quem foi o verdadeiro construtor da pirâmide de Quéops, apenas um cartucho como o nome de Khufu foi encontrado na pirâmide. 

Você acha que um faraó como Khufu rabiscaria uma imagem como essa na pirâmide? ME POUPE! 
VOCÊ ACHA QUE BUMERANGUES ENCONTRADOS NO EGITO FORAM IMPORTADOS DA AUSTRÁLIA VIA CORREIO? ME POUPE.



Esse quadro mostra a coleção de bumerangues egípcios. Esse fato mostra que alguém está te enrolando.

Esses artefatos se encontram em um museu do Peru, e que contém inscrições chinesas e foi estudada por um especialista em pictografia chinesa, e declarou ser do chinês arcaico.
O que acontece, quando algo foge da lógica as pessoas sempre tentam fugir das explicações convencionais e dizer ou que são falsos ou fora de lógica, e chegam a esconder mesmo. 
Muitos desses objetos que confrontam as evidencias dos arqueólogos são praticamente descartados. Não seria mais fácil dizer: nós não sabemos explicar e estamos buscando respostas do que esconder ou refutar algo?
Veja bem: o caso dos Glifos de Gosford. Não seria mais razoável, mandar vários egiptólogos e arqueólogos no local em vez de ficar inventando um monte de desculpas esfarrapadas e sem lógica? 
Estou chamando a atenção de nossos valorosos especialistas sabe-tudo para buscarem a respostas e não jogarem para baixo do tapete.
A CIÊNCIA NÃO É FEITA DE COVARDES MAS DE PESSOAS COM INTELIGÊNCIA E VONTADE DO SABER. NINGUÉM É DONO DA VERDADE, POIS A CIÊNCIA SEMPRE FOI ATRÁS DA VERDADE, NÃO É? 
Espero que novos arqueólogos corajosos que buscam a verdade, e destruir esse bando de arqueólogos que se acham sempre donos da verdade. Ciência não é assim,  se algo está estranho é porque há algo de errado como a história da humanidade.
Coloquei várias informações que demonstram que a história contada por esses senhores da verdade incólume, vivem de uma mentira que se chama história humana para esconder alienígenas e coisas que nós não compreendemos. Isso para mim é uma covardia histórica dos nossos cientistas. Afinal o que é ciência?
Para que serve a ciência, um monte de mentiras que são manipuladas para servir à desinformação? 
POR QUE ESCONDER A VERDADE DAS PESSOAS DOS NOSSOS FILHOS, QUAL A RAZÃO? SERÁ QUE A HISTÓRIA TEM ALGO GRAVE QUE NÓS NÃO SABEMOS?
O SER HUMANO JÁ PASSOU DA INFANTILIDADE HOJE VIVEMOS A LIBERDADE DO PENSAMENTO, ESSA ESCOLA DE GENTE ATRASADA QUE NÃO TEM CORAGEM DE DIZER QUE ERROU OU QUE HÁ ALGO DE ERRADO NA HISTÓRIA. [Detalhe que esqueci de escrever todas essas evidencias aconteceram entre 6 a 4.500 anos atrás, tanto a bacia encontrada na Bolívia quanto aos petróglifos na Austrália, inclusive das imagens Olmecas datam da mesma época.]